12 de mar de 2010

Viva a ciência!




O que dizer da ciência? Dos inúmeros avanços tecnológicos que ajudam a salvar milhões de vidas pelo mundo inteiro? Bem.. acho que a frase célebre "O homem conseguiu sobreviver até aqui porque é o animal que possui melhor adaptação ao meio", estaria, sim, se referindo à ciência. Não apenas à ciência moderna, pois sabemos que antes mesmo das vacinas, dos coquetéis e etc., existiam técnicas que também salvavam vidas, de forma muito menos eficiente, porém, nas condições que tínhamos, era tudo que havia de se fazer. E fizemos o impossível.
-
E hoje? Com tanto investimento, montes e mais montes de cientistas fanáticos que são capazes de dar a vida para chegar a uma fórmula, a uma composição química nova e promissora, o resultado não poderia ser outro: avanço a favor de vidas. Desmembram átomos, descompõem a matéria, descobrem a, tão falada ultimamente, anti-matéria, cujo poder energético é infinitamente maior que a matéria em si. Enfim, são resultados de anos de estudo de cientistas fanáticos, ou melhor, apaixonados, esse fanatismo ou paixão é, de certo, necessário (a) para prosseguir nesse tão duro ofício.
-
O avanço é tanto que chegamos a curar doenças antes das mesmas desenvolverem, detectamos anomalias em bebês quando estes ainda estão no ventre materno, mapearmos neurologicamente qualquer indivíduo - adulto ou não- para progredir as áreas "ocultas da mente". Quem diria,heim? Sem dúvida a ciência merece palmas, ela salvou e continua salvando  incontáveis vidas. Não conseguiríamos chegar até aqui sem esses e demais avanços!
-
Portanto, eu, que sou uma amante das artes e dos sentidos, tiro o chapéu e bato palmas para a ciência e os cientistas que o mundo já viu. A sociologia, filosofia e antropologia estudam o homem em relações com ele, com outros homens e com o universo e a ciência em si estuda o homem em composição orgânica, neurológica, física, atômica, etc. Cada ramo tem sua importância. Com certeza não seguirei esse rumo, mas sou admiradora e prova de que a ciência vale a pena. Enfim, a ciência é magnífica!

2 comentários:

  1. Darwin dizia que as espécies tinha que se adaptar ao meio pra sobreviver, porem essas evoluçõpes são físicas (como a nossa foi até certo momento), então nossa evolução foi mental e agora é o meio que tem que se adaptar a nós. Culpa da ciência.

    Bom post!

    ResponderExcluir
  2. Sim, viva a ciência! É com as buscas incessantes dessa área que conseguimos solucionar grande parte de nossos problemas. E é ela que, com sua evolução, nos dá cada vez mais respostas importantes e é a protagonista do embate sobre a veracidade dessas mesmas respostas em relação às explicações religiosas. Gostei muito do post, Pollyana, parabéns! :)

    Abração.

    ResponderExcluir

Sua vez de falar :)

12 de mar de 2010

Viva a ciência!




O que dizer da ciência? Dos inúmeros avanços tecnológicos que ajudam a salvar milhões de vidas pelo mundo inteiro? Bem.. acho que a frase célebre "O homem conseguiu sobreviver até aqui porque é o animal que possui melhor adaptação ao meio", estaria, sim, se referindo à ciência. Não apenas à ciência moderna, pois sabemos que antes mesmo das vacinas, dos coquetéis e etc., existiam técnicas que também salvavam vidas, de forma muito menos eficiente, porém, nas condições que tínhamos, era tudo que havia de se fazer. E fizemos o impossível.
-
E hoje? Com tanto investimento, montes e mais montes de cientistas fanáticos que são capazes de dar a vida para chegar a uma fórmula, a uma composição química nova e promissora, o resultado não poderia ser outro: avanço a favor de vidas. Desmembram átomos, descompõem a matéria, descobrem a, tão falada ultimamente, anti-matéria, cujo poder energético é infinitamente maior que a matéria em si. Enfim, são resultados de anos de estudo de cientistas fanáticos, ou melhor, apaixonados, esse fanatismo ou paixão é, de certo, necessário (a) para prosseguir nesse tão duro ofício.
-
O avanço é tanto que chegamos a curar doenças antes das mesmas desenvolverem, detectamos anomalias em bebês quando estes ainda estão no ventre materno, mapearmos neurologicamente qualquer indivíduo - adulto ou não- para progredir as áreas "ocultas da mente". Quem diria,heim? Sem dúvida a ciência merece palmas, ela salvou e continua salvando  incontáveis vidas. Não conseguiríamos chegar até aqui sem esses e demais avanços!
-
Portanto, eu, que sou uma amante das artes e dos sentidos, tiro o chapéu e bato palmas para a ciência e os cientistas que o mundo já viu. A sociologia, filosofia e antropologia estudam o homem em relações com ele, com outros homens e com o universo e a ciência em si estuda o homem em composição orgânica, neurológica, física, atômica, etc. Cada ramo tem sua importância. Com certeza não seguirei esse rumo, mas sou admiradora e prova de que a ciência vale a pena. Enfim, a ciência é magnífica!

2 comentários:

  1. Darwin dizia que as espécies tinha que se adaptar ao meio pra sobreviver, porem essas evoluçõpes são físicas (como a nossa foi até certo momento), então nossa evolução foi mental e agora é o meio que tem que se adaptar a nós. Culpa da ciência.

    Bom post!

    ResponderExcluir
  2. Sim, viva a ciência! É com as buscas incessantes dessa área que conseguimos solucionar grande parte de nossos problemas. E é ela que, com sua evolução, nos dá cada vez mais respostas importantes e é a protagonista do embate sobre a veracidade dessas mesmas respostas em relação às explicações religiosas. Gostei muito do post, Pollyana, parabéns! :)

    Abração.

    ResponderExcluir

Sua vez de falar :)