15 de jan de 2010

Sentimentos e Sabores (Parte 2)

Amigos são dádivas; Sabe aquelas pessoas que são como um membro seu? Com essas pessoas vivi dias engraçados, tristes, tensos... Lembro-me de várias situações das quais não gostaria de viver novamente, pois esse gostinho de lembrança é singular e energizante. Mas que também jamais esquecerei, pois compõem uma parte muito boa da minha história - o colegial.
Lembro-me das palhaçadas de Thiago e de vários súbitos de cara de pau que ele costumava ter. O apelido que ele me dera (Vó) é parte de uma lembrança carinhosa que guardarei até o fim dos meus dias.
Lembro-me também de Alessandro, o literário-filósofo da sala. Dormia todas as aulas que não lhe interessavam - como matemática, física e química. Nas aulas de literatura era um dos poucos que ainda se dispunham a perguntar algo. A verdade é que estudo com essa figura desde que tínhamos meio metro de altura (eco!), mas -acreditem ou não- só fomos ficar amigos esses últimos três anos.
Outra pessoa que lembrarei com especial carinho é Vanessa. Tantas histórias engraçadas. Ela é uma graça e uma eterna criança, com certeza. Se me permitem alguns segredos antigos dessa menina, lá vão: ela era apaixonada pelo Axl Rose (vocalista do Guns'n Roses) e também pelo Felipe Dilon (Não riam, isso é sério!).
Existem outros que marcaram minha vida de forma especial, ensinaram-me muito e também fazem parte de uma história muito valiosa para mim. Mas como não lerão esse post dedicado a eles, não tem sentido tornar público os seus nomes. No mais, obrigada de coração aos meus amigos. Estão guardados cada um no meu coração. Sim, são poucos, mas extremamente valiosos! Até porque:
Duas dúzias de amigos assim ninguém tem, se tiver pelo menos um, amém!

2 comentários:

  1. ô vó... xDDD brigado. Me sinto verdadeiramente honrado... =*

    ResponderExcluir
  2. nhai, me EMOcionei(lembra?!) :)

    brincadeiras à parte, tenho plena certeza de que tudo que tu sentiu ao nosso lado esse tempo todo foi recíproco, apesar de algumas vezes não ter expressado(o que é natural, tu sabe né.), ficava ali, latente, pulsante...enfim, esquecer, tlvz nem tendo lá o mal de Alzeimer[escrevi certo?! :P]; marcou e vai ficar ;)

    p.S.: nussa, faz tempo eu não 'viajava' legal nas palavras...quase sai um poema hehe

    grato pelo post ;)
    fui!

    ResponderExcluir

Sua vez de falar :)

15 de jan de 2010

Sentimentos e Sabores (Parte 2)

Amigos são dádivas; Sabe aquelas pessoas que são como um membro seu? Com essas pessoas vivi dias engraçados, tristes, tensos... Lembro-me de várias situações das quais não gostaria de viver novamente, pois esse gostinho de lembrança é singular e energizante. Mas que também jamais esquecerei, pois compõem uma parte muito boa da minha história - o colegial.
Lembro-me das palhaçadas de Thiago e de vários súbitos de cara de pau que ele costumava ter. O apelido que ele me dera (Vó) é parte de uma lembrança carinhosa que guardarei até o fim dos meus dias.
Lembro-me também de Alessandro, o literário-filósofo da sala. Dormia todas as aulas que não lhe interessavam - como matemática, física e química. Nas aulas de literatura era um dos poucos que ainda se dispunham a perguntar algo. A verdade é que estudo com essa figura desde que tínhamos meio metro de altura (eco!), mas -acreditem ou não- só fomos ficar amigos esses últimos três anos.
Outra pessoa que lembrarei com especial carinho é Vanessa. Tantas histórias engraçadas. Ela é uma graça e uma eterna criança, com certeza. Se me permitem alguns segredos antigos dessa menina, lá vão: ela era apaixonada pelo Axl Rose (vocalista do Guns'n Roses) e também pelo Felipe Dilon (Não riam, isso é sério!).
Existem outros que marcaram minha vida de forma especial, ensinaram-me muito e também fazem parte de uma história muito valiosa para mim. Mas como não lerão esse post dedicado a eles, não tem sentido tornar público os seus nomes. No mais, obrigada de coração aos meus amigos. Estão guardados cada um no meu coração. Sim, são poucos, mas extremamente valiosos! Até porque:
Duas dúzias de amigos assim ninguém tem, se tiver pelo menos um, amém!

2 comentários:

  1. ô vó... xDDD brigado. Me sinto verdadeiramente honrado... =*

    ResponderExcluir
  2. nhai, me EMOcionei(lembra?!) :)

    brincadeiras à parte, tenho plena certeza de que tudo que tu sentiu ao nosso lado esse tempo todo foi recíproco, apesar de algumas vezes não ter expressado(o que é natural, tu sabe né.), ficava ali, latente, pulsante...enfim, esquecer, tlvz nem tendo lá o mal de Alzeimer[escrevi certo?! :P]; marcou e vai ficar ;)

    p.S.: nussa, faz tempo eu não 'viajava' legal nas palavras...quase sai um poema hehe

    grato pelo post ;)
    fui!

    ResponderExcluir

Sua vez de falar :)