4 de ago de 2010

E se eu te disser que és um guerreiro?



            É massacrante realizar algumas tarefas, todos os dias, da mesma maneira. A tal rotina realmente nos reduz a pó, pois nós, seres humanos, somos perfeitamente capazes de desempenhar as mesmas tarefas com perfeição, entretanto, este ato não nos dá espaço para pôr em prática o que temos de melhor: a criatividade. Por isso, quando somos obrigados a cumprir afazeres e participar de fatos comuns ao decorrer do dia, sem que precisemos alfinetar nossa criatividade para tal, sentimo-nos, inevitavelmente, desvalorizados. 

       Dito isto, levanto uma bandeira a favor dos 'sem-rotina', que são pessoas comuns: advogados, terapeutas, estudantes, psicólogos, professoras, alunos, pais, faxineiros, donas de casa e qualquer um que você puder imaginar, entretanto, diferem-se sensivelmente das demais pessoas, pois realizam com amor tudo que fazem, são criativos e oportunos, sabem enxergar uma boa proposta de emprego, assim como sabem atrasar uma reunião, com prazer, simplesmente para observar o pôr do sol. 

           Naturalmente, não vai parecer que eles estão sujeitos a cair no habitual, entretanto, os ‘sem-rotina’ são tão suscetíveis à monotonia quanto nós, a diferença é que eles escolheram trilhar um caminho novo de vencer os dias, tornando-se guerreiros. Pode parecer loucura, mas se pensarmos com mais coração e menos razão, veremos que, quando acordamos pela manhã, sinalizamos que estamos prontos a mais uma batalha e quando finalmente dormimos (muitas vezes tarde e exaustos), declaramos que, assim como os grandes guerreiros medievais, vencemos mais uma dura batalha.

           Neste dormir e acordar diariamente se formam os verdadeiros guerreiros do nosso século, pois apenas eles sabem o quanto é árduo vencer os dias, mas também são sábios o suficiente para reconhecer que cada dia da sua vida é sutilmente especial, o que dá um gosto totalmente mágico à vida.

            Desta forma, se trocarmos as espadas e escudos antigos pelo amor à vida, criatividade e observação, estaremos preparados para levantar todas as manhãs sem traumas da batalha do dia anterior, mas sim renovados e cheios de força para o dia que começa. Seremos, enfim, guerreiros. 


Que tal inovar a partir de hoje?








Um comentário:

  1. é uma guerra travada todo dia e a quem muito luta, ao fim sempre á uma coroa de louros, a realização de sonhos maiores dos que os dos outros que muitas vezes tem medo de sonhar.

    ResponderExcluir

Sua vez de falar :)

4 de ago de 2010

E se eu te disser que és um guerreiro?



            É massacrante realizar algumas tarefas, todos os dias, da mesma maneira. A tal rotina realmente nos reduz a pó, pois nós, seres humanos, somos perfeitamente capazes de desempenhar as mesmas tarefas com perfeição, entretanto, este ato não nos dá espaço para pôr em prática o que temos de melhor: a criatividade. Por isso, quando somos obrigados a cumprir afazeres e participar de fatos comuns ao decorrer do dia, sem que precisemos alfinetar nossa criatividade para tal, sentimo-nos, inevitavelmente, desvalorizados. 

       Dito isto, levanto uma bandeira a favor dos 'sem-rotina', que são pessoas comuns: advogados, terapeutas, estudantes, psicólogos, professoras, alunos, pais, faxineiros, donas de casa e qualquer um que você puder imaginar, entretanto, diferem-se sensivelmente das demais pessoas, pois realizam com amor tudo que fazem, são criativos e oportunos, sabem enxergar uma boa proposta de emprego, assim como sabem atrasar uma reunião, com prazer, simplesmente para observar o pôr do sol. 

           Naturalmente, não vai parecer que eles estão sujeitos a cair no habitual, entretanto, os ‘sem-rotina’ são tão suscetíveis à monotonia quanto nós, a diferença é que eles escolheram trilhar um caminho novo de vencer os dias, tornando-se guerreiros. Pode parecer loucura, mas se pensarmos com mais coração e menos razão, veremos que, quando acordamos pela manhã, sinalizamos que estamos prontos a mais uma batalha e quando finalmente dormimos (muitas vezes tarde e exaustos), declaramos que, assim como os grandes guerreiros medievais, vencemos mais uma dura batalha.

           Neste dormir e acordar diariamente se formam os verdadeiros guerreiros do nosso século, pois apenas eles sabem o quanto é árduo vencer os dias, mas também são sábios o suficiente para reconhecer que cada dia da sua vida é sutilmente especial, o que dá um gosto totalmente mágico à vida.

            Desta forma, se trocarmos as espadas e escudos antigos pelo amor à vida, criatividade e observação, estaremos preparados para levantar todas as manhãs sem traumas da batalha do dia anterior, mas sim renovados e cheios de força para o dia que começa. Seremos, enfim, guerreiros. 


Que tal inovar a partir de hoje?








Um comentário:

  1. é uma guerra travada todo dia e a quem muito luta, ao fim sempre á uma coroa de louros, a realização de sonhos maiores dos que os dos outros que muitas vezes tem medo de sonhar.

    ResponderExcluir

Sua vez de falar :)